Dá muito trabalho construir uma casa? Vale a pena?

Compra do terreno, elaboração da planta e do projeto, negociação com pedreiros e outros profissionais, compra de materiais de construção, etc. Veja como dá trabalho construir uma casa.

Sim, dá muito trabalho construir uma casa. O processo de construção envolve muito planejamento, relacionamento com vários tipos de profissionais, conhecimento de diversos tipos de procedimentos, entre outras coisas. Demanda tempo, paciência e muito envolvimento para que tudo dê certo no final.

Agora, vale a pena construir? Creio que sim. Pelo menos pela minha experiência da construção de duas casas, creio que em todos os casos vale a pena o trabalho, o esforço, a dor de cabeça. Há muitas razões para chegar a esta conclusão e mostrarei abaixo algumas delas.

Abaixo segue alguns pontos que precisam ser avaliados com mais cuidados, pois geralmente é onde dá um pouco mais de trabalho.

Compra do terreno

Tudo começa na própria compra do terreno, afinal uma boa compra é um sinalizador importante. Tamanho do terreno, localização, terraplenagem e outros processos são importantes e demandam bastante trabalho. Compre um bom terreno e as coisas poderão ficar mais fáceis na construção.

O terreno é a base da construção e se ele tiver problemas, certamente a construção será mais complicada. Por problemas, entenda por qualquer coisa que possa vir trazer alguma dificuldade. Como exemplo, existem os terremos muito pequenos, com desnível muito acentuado, situado em ruas e locais de alto movimento de automóveis (isto é um problema para fins residenciais apenas), dentre tantos outros.

Projeto

O projeto é a parte crítica pois é aqui que você precisará ligar as peças, definindo o que será construído, como será construído, quando, por quem, entre outros. Tamanho da obra, quantidade de cômodos, tamanhos e distribuição deles exigem bastante atenção. Eu demorei 6 meses para definir o projeto de uma casa que considero simples. Fazer um projeto não é apenas fazer uma planta, precisa pensar em iluminação, ventilação, projeto hidráulico, elétrico, usabilidade da casa, entre outros fatores.

Imagine uma situação onde o encanamento passa debaixo da casa. E se houver rompimento de um cano ali? Ou ainda uma casa feita na divisa sem uma boa entrada de ar? Como será morar nesta casa no verão?

Negociação com pedreiros e outros profissionais

Depois do projeto pronto outro ponto que exige bastante atenção é a contratação e relacionamento com pedreiros, mestre de obras, pintores e outros profissionais da construção civil. Eu sei que cada caso é um caso, mas há muitas reclamações em relação ao relacionamento profissional e até pessoal com eles. Definir o valor e a forma de trabalho, acompanhar a execução da obra, pautar pela economia de materiais, entre outras ações são necessárias bastante atenção.

Compra de materiais

Por fim ressalto ainda a compra de materiais que é diversa e em vários locais diferentes. Isto não dará trabalho se você tiver bastante dinheiro e não quiser perder tempo com pesquisa de preços e outros detalhes burocráticos. Mas se você quer economizar na compra do material e certificar que está comprando direito, prepare-se! Você vai gastar muita gasolina, telefone e sola de sapato. Mas vale a pena, pois o trabalho que dá para comprar irá compensar, pelo menos você sabe o que comprou e terá controle financeiro muito mais efetivo.

Dá para não ter trabalho?

Sim, claro! Existem empreiteiras que te entrega a casa pronta com a chave na porta. Eles fazem tudo, como compra de materiais, gerenciamento da obra, etc. O custo é bem mais caro.

Vale a pena?

Como já adiantado no início do texto, todo esse trabalho compensa pelo resultado que você pode ter e embora haja muitos, citarei dois que são fundamentais para avaliar o resultado final de um projeto de construção: O custo e a personalização da casa.

Custo

Se você optar por comprar o terreno e construir, poderá economizar até 30% em relação a compra da casa pronta. Esse é o cálculo que geralmente os corretores de imóveis fazem. Não sei se é exatamente isso, mas creio que de qualquer forma há economia sim e se o fator financeiro for importante para você, vale muito a pena pensar na construção ao invés d compra da casa pronta.

Personalização

Além do custo acima citado, a outra grande vantagem que quero destacar é o fato de você fazer uma casa “do seu gosto”, ou seja, você irá aprovar o projeto, o tamanho de cada cômodo, a quantidade deles, a disposição, a quantidade de tomadas, a cor do piso e revestimento, o tipo das portas e janelas, etc. Tudo isso é importante, pois ao comprar uma casa pronta você não pode fazer certas escolhas, tem que aceitar as coisas como estão.

Comentários